Blog do John de Floripa

Blog do John de Floripa

Category: Saúde Natural

Dieta diurética para emagrecer em 3 dias

Muita gente fecha a boca, se mata fazendo exercícios e não consegue emagrecer. Na verdade, muitas vezes o problema é apenas retenção líquida. Nesse caso, a dieta diurética pode ser a melhor opção.

A dieta diurética tem o cardápio totalmente baseado em alimentos que combatem a retenção de líquidos e desintoxicam o organismo, promovendo imediatamente, a melhora do inchaço e do excesso de peso.

Nessa dieta, são bem-vindas frutas e legumes com propriedades diuréticas naturais, como a melancia e o salsão, que ajudam a controlar a pressão alta e a reduzir o inchaço no corpo.

E mais, os alimentos diuréticos também são desintoxicantes, portanto, são ótimas opções em dietas para emagrecer e eles podem ser perfeitamente consumidos juntamente com algum emagrecedor natural, o Detona Gordura Funciona de forma super eficiente se usado junto com esta dieta.

Para lhe ajudar a seguir a dieta diurética, preparamos um cardápio de 3 dias, o suficiente para desintoxicar o organismo do consumo de alimentos ricos em açúcar, farinhas e gorduras, e bebidas alcoólicas.

Dia 1

  • Café da manhã: 200 ml de suco de limão com gengibre sem açúcar + 1 fatia de pão integral com creme de ricota
  • Lanche da manhã: 1 copo de suco verde + 5 castanhas de caju
  • Almoço/Jantar: purê de abóbora + 1 posta pequena de peixe grelhado + salada verde + 5 morangos
  • Lanche da tarde: 200 ml de chá mate + 1 ovo mexido com creme de ricota

Dia 2

  • Café da manhã: 1 copo de iogurte natural + 2 col de granola
  • Lanche da manhã: 200 ml de chá de hibisco + 2 torradas integrais com requeijão light
  • Almoço/Jantar: arroz de couve-flor + 100 g de frango grelhado com salada de legumes ao vapor + 1 fatia de abacaxi
  • Lanche da tarde: 1 copo de suco verde + 3 castanhas-do-pará

Dia 3

  • Café da manhã: 200 ml de chá verde + 2 ovos mexidos
  • Lanche da manhã: 200 ml de água de coco + 1 fatia de ricota
  • Almoço/Jantar: 3 conchas de sopa de legumes
  • Lanche da tarde: 200 ml de chá de hibisco + 2 torradas com requeijão light

Por ter muito poucas calorias, a dieta diurética acaba emagrecendo, além de favorecer o bom funcionamento do intestino e, assim, ajudar a desintoxicar o organismo.

Mas, atenção: essa dieta não deve ser feita por mais de 7 dias seguidos.

E para que os resultados com a dieta sejam potencializados, é importante investir, juntamente com a dieta, em uma atividade física aeróbica, como caminhar, correr, dançar ou andar de bicicleta, por 30 minutos.

Alimentos diuréticos

Confira abaixo a lista com alguns alimentos diuréticos:

Verduras diuréticas

  • Agrião
  • Salsão e salsinha
  • Alho-poró
  • Espinafre;
  • Aspargo
  • Pepino
  • Beterraba
  • Pimentão
  • Tomate
  • Cebola e alho

Frutas diuréticas

  • Maçã
  • Laranja
  • Maracujá
  • Melão
  • Melancia
  • Abacaxi
  • Morango
  • Kiwi
  • Limão

Para se livrar do inchaço, causado pela retenção de líquidos, a dica é procurar ingerir esses alimentos diuréticos naturais diariamente, além de beber bastante água e fazer alguma atividade física para evitar a retenção de líquidos no corpo e o inchaço.

Estrias: Causas, prevenção e tratamento

Estrias são aquelas marcas causadas quando as fibras, que sustentam a pele, se rompem devido a um estiramento excessivo, geralmente causado pelo aumento de peso ou crescimento abrupto.

As estrias podem se apresentar de duas formas, significando cada uma das suas fases de evolução. Avermelhadas, quando estão no início, e ainda há sangue na região, e esbranquiçadas, quando já são mais antigas.

Para poder retirá-las, é preciso bloquear o seu desenvolvimento de uma forma mais eficaz, ainda na fase inicial.

No entanto, para um resultado melhor e, até mesmo, poder preveni-las, é preciso conhecer suas causas.

Causas das estrias

Aumento de peso: uma das principais causas, sem dúvida, é o aumento de peso, que deixa a pele mais exposta a rasgões. Por isso, durante a gravidez, esse problema é muito comum, já que o aumento natural de peso e da espessura da barriga e dos seios tornam o corpo mais suscetível a alterações.

Elasticidade dos tecidos: embora muita gente não saiba, nem todo mundo possui a mesma elasticidade, assim, um tecido pouco elástico, seco e sem tónus acaba sendo o ambiente ideal para a chegada das estrias.

Fatores hormonais: uma das causas principais das estrias, sem dúvida,  são os desequilíbrios hormonais, por isso, elas costumam aparecer durante a puberdade e a gravidez, períodos onde os hormônios estão à mil.

Predisposição genética: algumas pessoas são mais propensas a sofrer este problema, e o fator hereditário pode ter um peso nisso, pois talvez esteja presente no nosso código genético.

Como prevenir e tratar as estrias

Como sempre, a melhor arma para combater o problema é prevenindo. Assim,  a pele deve ser muito bem cuidada para manter a sua elasticidade durante a gravidez, fase em que o corpo passa por mudanças hormonais e aumento de peso, sendo recomendado o uso do creme para estrias Silk Skin, um produto que tem eficácia comprovada.

Embora seja quase impossível não engordar durante a gravidez, mas, ganhar muito peso pode ser prejudicial para a pele, é preciso procurar não engordar mais do que 8 a 12 quilos.

É fundamental beber muita água para manter o corpo bem hidratado, aproximadamente dois litros diários.

Se o médico liberar, praticar atividades físicas moderadamente, permite controlar o tônus muscular e o peso, o resultado é um bom suporte cutâneo.

Os cremes anti estrias também são recomendáveis, proporcionando elasticidade e hidratando, devendo ser aplicados regularmente em todo o corpo e, principalmente, onde há maior risco.

A alimentação deve ser muito bem cuidada, preferindo alimentos que ajudem a preservar a juventude e elasticidade da pele, como alimentos ricos em substâncias antioxidantes, como as Vitaminas C e E, presentes nas frutas, verduras, legumes e óleos vegetais. Segundo estudos recentes, as futuras mães com presença mais elevada de Vitamina C no sangue estão menos sujeitas à formação de estrias.

Dentre outros males, o tabaco pode aumentar o risco do aparecimento de estrias, por isso, evite fumar.

Tratamentos naturais para próstata aumentada

Embora a próstata seja uma pequena glândula muscular no sistema reprodutor masculino, ela pode incomodar, e muito, caso apresente algum problema, sendo o mais comum, o da próstata aumentada.

Embora a próstata aumentada seja até uma condição comum, as vezes, ela pode trazer sintomas bem incômodos, como a vontade de urinar com frequência e, com o tempo, se não tratada, levar a outras complicações.

A boa notícia é que existem tratamentos para aliviar os incômodos causados pela próstata aumentada, entre eles, alguns bem caseiros e simples, confira abaixo:

1. Banho de assento

Banho de assento pode ser muito calmante e eficaz para ajudar a amenizar o desconforto causado pelo aumento da próstata, e um banho de assento pode ser quente ou frio.

Enquanto o banho quente ajuda a relaxar os músculos, até mesmo, os pélvicos, e também ajudar a reduzir o inchaço, por outro lado, o banho frio alivia a dor.

Para o seu banho de assento, encha uma bacia com água morna, adicionando ½ xícara de sal Epsom, e outra bacia com água fria, adicionando algumas gotas de óleo essencial de lavanda.

Então, procure sentar, primeiro, na banheira com água quente por 3 minutos, em seguida, sente-se na banheira com água fria por 1 minuto.

Procure fazer isso 3 vezes, sendo que o último banho deve ser sempre em água fria.

Faça o banho de assento várias vezes por semana.

Atenção: Quem sofre de Prostatite Bacteriana Aguda NÃO deve fazer esse tratamento.

Uma outra ótima dica para tratar e prevenir doenças da próstata é faze o uso de um suplemento natural, e o renova prost funciona melhor que qualquer outro produto que você possa imaginar pra isso.

Vinagre de maçã

Com propriedades adstringentes, o vinagre de maçã orgânico ajuda a tratar as glândulas prostáticas inchadas, além de ajudar a perder peso e evitar complicações do aumento da próstata, como infecções urinárias.

É possível ingerir uma mistura com vinagre ou usá-lo no banho.

Para ingerir, misture 1 a 2 colheres de sopa de vinagre de maçã orgânico e 1 colher de sopa de mel em um copo de água morna, e beba duas vezes ao dia.

Quem quiser também pode tomar banho usando o vinagre, para isso, adicione 1 xícara de vinagre de maçã a uma banheira com água e deixe de molho por 10 a 15 minutos. Tome este banho algumas vezes por semana.

Tomate

Extremamente rico em licopeno, o tomate ajuda a aliviar os sintomas da HBP, e isso porque o licopeno ajuda a reduzir o nível de antígeno prostático específico (PSA) relacionado à inflamação da próstata e à HBP, também ajuda a reduzir a pressão da bexiga, assim como, a reduzir o aumento da próstata.

Por isso, procure incluir tomate no seu dia a dica, use-o no preparo de molhos, purê e suco.

Urtiga

Embora muita gente não saiba, a urtiga também pode diminuir os sintomas da HBP, e isso porque essa raiz contém fitoquímicos bioativos, que ajudam a reduzir o tecido da próstata. Por ser um diurético natural, a urtiga também promove a eliminação de resíduos inflamatórios ao urinar.

Para o chá, acrescente 1 colher de chá de folhas secas de urtiga a um copo de água quente, depois, deixe descansar por 10 minutos e coe.

Procure beber este chá 2 ou 3 vezes ao dia.

Suplementos

Quem quiser também pode apelar para suplementos para diminuir o tamanho da próstata naturalmente, existindo muitas opções no mercado, muitos com fórmula completamente natural e, portanto, sem contraindicação.

Como ter cabelos fortes e saudáveis?

Está sofrendo com cabelos fracos ou quebradiços? Então, está na hora de ligar o alerta vermelho, pois seus fios podem estar perdendo a elasticidade.

Não é de hoje que as mulheres se preocupam com os cabelos, inclusive, para 99,9% delas, eles refletem diretamente em sua autoestima, portanto, mantê-los saudáveis é fundamental para deixar os cabelos fortes e saudáveis.

Vamos combinar que hoje em dia, com tanto uso de químicas para os mais diferentes fins, fica quase impossível manter os cabelos saudáveis, sem falar no uso de produtos, muitas vezes inadequados, tudo isso pode acarretar em fios fracos e quebradiços.

Pensando nisso tudo, resolvemos listar aqui os principais cuidados, aqueles mais básicos, que podem até parecer tolos mas que, no final das contas, juntos,  vão garantir cabelos saudáveis e bem menos suscetíveis à queda

Invista em produtos para o seu tipo de cabelo

Acredite, não é porque um produto tal deixou o cabelo de sua amiga incrível e cheio de brilho que ele irá servir para você. Para garantir cabelos cheios de vida, é fundamental apostar em produtos que atendam as suas necessidades, para que possa repor todos os nutrientes que os seus fios precisam. Nessa hora, vale pedir uma ajudinha ao seu cabeleireiro para escolher os produtos corretos!

Um produto que é voltado mais ao público masculino, o Hair Power tem feito muito sucesso com as mulheres também, pois deixa os fios muito fortes, além de acelerar bastante o crescimento.

Não descuide do couro cabeludo

Não subestime os cuidados com o couro cabeludo, evitando problemas como caspa e descamação, que não só causam um incômodo visual, como podem levar a problemas mais graves, como a queda capilar. Por isso, se perceber que seus cabelos e o seu couro cabeludo não estão como antes, procure um dermatologista para iniciar o quanto antes tratamento.

Aposte em shampoo antirresíduos

Ainda relacionado ao item anterior (couro cabeludo), vale apostar em um bom shampoo antirresíduo, fundamental para quem quer manter o couro em dia, já que ele auxilia no detox do couro cabeludo, retirando todo o excesso de produtos acumulados no couro e cabelos, varrendo as células mortas e todas as impurezas, evitando a temida caspa, por exemplo. Mas só use uma vez por semana, pois o produto é forte e pode acabar fragilizar os fios.

Mantenha os fios blindados dos efeitos solares

Muita gente pensa que a radiação solar só faz mal a pele, na verdade, ela também prejudica, e muito, os cabelos, colocando em risco as proteínas capilares, assim como a força dos fios. Por isso, aposte em produtos que contenham filtro solar em sua composição, e vale condicionador, reparador de pontas, enfim, produtos com filtro solar,  protegendo seus cabelos do efeitos nocivos do sol. E vale também, proteger os fios com acessórios como chapéus e bonés.

Use sempre protetor térmico

É raro quem não apele, hoje em dia, para secadores, chapinhas ou babyliss na hora de domar os fios, o que não tem problema, desde que não seja um hábito diário e que sempre seja acompanhado de um protetor térmico antes de seu uso.

Invista em Hidratação pós-escova progressiva

Hoje é raro quem não se submeta a uma escova progressiva, que acaba mudando a estrutura interna dos fios, fazendo com que as moléculas fiquem mais esticadas, ocasionando aquele efeito super liso. Só que os fios acabam ficando super frágeis, quebrando com facilidadePor isso, para manter os fios saudáveis após uma escova progressiva, procure hidrata-los quinzenalmente com produtos específicos para cabelos quimicamente tratados (existem muitos no mercado).

Não descuide dos fios após uma coloração

Nada como uma cor linda nos cabelos, e isso não tem problema algum, mas desde que sejam tomados os cuidados adequados, pois alguns métodos alteram a estrutura capilar, deixando os fios ressecados e enfraquecidos. Por isso, após uma coloração, procure sempre manter seus cabelos hidratados e caso perceba que estão danificados, converse com um profissional de sua confiança, para saber se não será preciso investir em algum tratamento mais intenso como, por exemplo,  uma reconstrução capilar.

Invista em uma alimentação equilibrada

Não subestime o poder de uma boa alimentação, ingerir determinados  nutrientes podem deixar a seus fios maravilhosos. A dica é investir em alimentos ricos em vitaminas A, B e C, que ajudam no fortalecimento, evitam a queda e deixam os cabelos cheios de brilho.

Pronto, como pode ver as dicas são simples de serem seguidas, como investir em hidratação, procurar aplicar protetor térmico sempre que utilizar ferramentas como chapinhas e, claro, investir em uma alimentação adequada.

Erosão dentária e sensibilidade: freie-os naturalmente

A erosão é um ataque ao dente que ocorre quando ingerimos alimentos ou líquidos ácidos. Não deve ser confundido com o desgaste que ocorre mecanicamente por excesso de aperto dos dentes ou pela destruição causada por cárie de origem bacteriana.

Se seus dentes estão desgastados e você também tem sensibilidade, há várias coisas que você pode fazer para remediá-lo.

COMO REDUZIR A SENSIBILIDADE DENTÁRIA

O esmalte atua como um escudo que protege o dente . De fato, é o tecido mais duro do corpo, mas também é a única parte que não pode se regenerar quando usada.

Os ácidos em alguns alimentos e bebidas podem amolecer e desmineralizar o esmalte, especialmente na área onde os dentes encontram a gengiva, causando sensibilidade ao frio e ao calor.

Beber bebidas ácidas é, portanto, uma das causas da sensibilidade dentária. Também o refluxo gastroesfágico e vômito pode melhorar isso , por usarem o esmalte da face interna dos dentes.

Para melhorar os sintomas, tente as seguintes medidas:

1. BEBIDAS ÁCIDAS E REFRIGERANTES

As bebidas ácidas funcionam dentro de 30 segundos após o contato com os dentes.

Em ordem de acidez, os que mais afetam os dentes são os sucos naturais de limão, toranja e laranja. É por isso que é importante beber sucos cítricos com palha para minimizar o contato com a superfície dos dentes.

Evite também refrigerantes. As filas e refrigerantes também contêm açúcares. Especialmente nos adolescentes, entre os que são muito populares, geralmente há falta de uma boa escovação; todos os ingredientes para fazer cáries.

2. SE VOCÊ TEM REFLUXO GASTROESOFÁGICO

O refluxo gastroesofágico corrói o interior dos dentes. Pessoas com hérnia de hiato sofrem especialmente à noite. Se este for o seu caso, é aconselhável dormir com a cabeça erguida para evitar que ácidos apareçam na boca.

O vômitos repetidos Bulimia também faz com que o mesmo tipo de erosão, entre muitos outros problemas de saúde.

3. ESCOVA, MAS NÃO COM PRESSA

De acordo com estudos realizados na Universidade de Adelaide, depois de comer, é preciso esperar meia hora antes de escovar. Isso ocorre porque o esmalte é amolecido pelo ácido imediatamente após a ingestão e pode se desgastar ainda mais. De fato, escovas “boas” que escovam excessivamente desgastam os dentes.

Enquanto isso , a saliva deve ser aumentada e passada entre os dentes. Nossa própria saliva é a melhor lavagem que a Mãe Natureza nos deu: remineraliza e ajuda a neutralizar os ácidos.

4. UM SAL REMINERALIZANTE

Você pode ajudar a si próprio tomando o sal Schussler Calcium phosphoricum : 1 comprimido por dia durante uma semana por mês.

5. LAVAGENS DE PROTEÇÃO

Enxágüe após cada escovação com semente de uva ou óleo de semente de abóbora . Ambos são remineralizadores. Você pode usar um ou outro diariamente ou, melhor ainda, alterná-los.

Outra opção é enxaguar com água e uma colher de sopa de bicarbonato de sódio, com efeito neutralizante. À noite, antes de dormir, o bicarbonato protege da acidez noturna gerada pela menor secreção de saliva durante as horas de sono.

6. VISITA AO DENTISTA

Também é importante visitar o dentista periodicamente para que ele possa avaliar se você precisa de tratamento, caso tenha grandes erosões. O desgaste pode ser coberto para evitar que piorem.