A gestação é um momento lindo em que os cabelos, unhas e pele da mulher tendem a ficar ainda mais bonitos e saudáveis. No entanto, logo após o parto a mulher pode se deparar com uma situação desesperadora, que é a queda de uma grande quantidade de cabelos.

No entanto, embora possa causar um pouco de susto, o que você precisa saber é que a queda de cabelo pós-parto é algo absolutamente normal.

Essa condição em até um nome, sabia? Ela se chama eflúvio telógeno pós-parto!

O fato é que mesmo sendo algo muito comum, é importante estar bem informada e sabendo mais sobre o tema.

Por que ocorre a queda de cabelo pós-parto?

De uma forma bem simples, o problema acontece por uma inflamação aguda dos folículos capilares, que é algo extremamente comum nessa fase e que pode ter dois principais motivos.

  • Motivo para queda de cabelo pós-parto

O primeiro deles é que ocorre uma diminuição abrupta da concentração hormonal no corpo da mulher.

Vale lembrar que durante a gestação os hormônios femininos como a progesterona e estrógeno vão aumentando de nível pouco a pouco. No entanto, quando a mulher dá à luz, eles caem de forma brusca.

Depois disso, eles demoram cerca de três meses para voltar aos seus níveis normais. Uma boa dica para acelerar este processo é usar as gominhas mastigáveis Gummy Hair Vitamin que também ajudam a fortalecer e dar vida aos fios.

Acontece que o ciclo capilar é bastante influenciado pelos hormônios e quando há alguma irregularidade ou equilíbrio neles, não é incomum eu haja a queda.

  • Motivo para queda de cabelo pós-parto

A segunda razão é para o caso das mulheres que passaram por um parto cesárea.

Isso porque o procedimento pode causar um tipo de estresse ao organismo, visto que é bastante invasivo. Então, nesse caso, a perda de fios não acontece por causa do procedimento em sim, mas sim por causa dos anestésicos outros medicamentos.

Como amenizar a queda de cabelo pós-parto?

Primeiramente, é essencial lembrar que cada caso deve ser analisado individualmente. Feito isso, o tratamento pode ser com suplementos vitamínicos, remédios ou até procedimentos como laser.

Esse último é feito com o laser de baixa energia, LED ou fotobiomodulação, que diminuo a liberação das moléculas que causam o estado de inflamação.

Mais do que isso, é essencial manter uma boa alimentação, cuidar da higiene e sempre contar com o acompanhamento do seu médico. Isso inclui cuidar bem dos fios durante a gestação, para que se mantenham firmes mesmo após o parto.